Parque Tecnológico

Apla - Entidade Gestora

O Arranjo Produtivo Local do Álcool do Piracicaba - APLA é uma associação sem fins lucrativos que agrega empresas e instituições públicas e privadas ligadas ao setor sucroalcooleiro, cobrindo toda a cadeia agroindustrial da cana-de-açúcar desde o desenvolvimento de tecnologias industriais e agrícolas, fabricação maquinas e equipamentos, desenvolvimento de variedades de cana e prestação de serviços diversos, até a participação efetiva no desenvolvimento e estruturação de mercados.


Possui em seu quadro de associados um expressivo número de plantas processadoras de cana, respondendo por um percentual significativo da produção do setor.


A entidade também conta com empresas e instituições que podem oferecer soluções completas à indústria sucroalcooleira brasileira e mundial na produção e no processamento da cana-de-açúcar para a produção de açúcar, combustíveis renováveis (etanol, biodiesel, biomassa, bioeletricidade, etc) e outros co-produtos.


Tem por objetivo fomentar e facilitar a interação dos integrantes do Arranjo de forma organizada e estruturada, gerando maior valor as cadeias produtivas dos combustíveis renováveis e seus parceiros contribuindo para o desenvolvimento sustentável da região.


Sua missão consiste em ser reconhecido como referência mundial em desenvolvimento e na aplicação de tecnologia em combustíveis renováveis. Composto por profissionais capacitados e com larga experiência, o APLA disponibiliza, projetos, produção, comercialização, instalação e manutenção de unidades industriais completas, máquinas e equipamentos para a geração de bio-combustíveis, além de tecnologia e serviços complementares no setor de combustíveis renováveis.


A geração e transferência de tecnologias agrícolas para a produção de matéria-prima utilizada na produção destes combustíveis, além de tecnologia para produção de álcool, biodiesel e co-geração de energia, são também competências do Arranjo.


A inovação técnica e revolucionária, equipamentos de qualidade, soluções, confiabilidade, baixo custo, além da amplitude de produtos e serviços disponíveis, fazem com que o APLA seja atualmente um grande fornecedor de soluções no que diz respeito à produção de combustíveis alternativos e esta atuação já é reconhecida mundialmente.


O APLA também trabalha com outra vertente, a busca de investidores estrangeiros para investimentos no Brasil, sendo esta uma das opções de negócios apresentada a todas as Comitivas Internacionais que visitam a cadeia produtiva da região, trazendo resultados positivos ao país. A entidade é parceira da Apex Brasil - Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, órgão vinculado ao Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, com a qual mantém convênio há 05 anos para a realização do Projeto Sugarcane Bioenergy Solution, o qual tem como objetivo principal aumentar o faturamento real dos integrantes do projeto, atrair oportunidades de negócios para o Brasil, maximizar a vantagem competitiva para as empresas brasileiras, fortalecer a geração de PD&I e sua aplicação no setor, promover produtos, serviços, tecnologias nos mercados externos, e desenvolver parcerias estratégicas com instituições nacionais e internacionais em sintonia com as demandas do mercado.


O APLA realiza ações diversificadas de promoção comercial que visam promover as exportações e valorizar os produtos e serviços brasileiros no exterior, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira entre outras plataformas de negócios.


A entidade firmou em 2013, uma parceria internacional com a Kenana Sugar Company (KSC) Sudão, a qual produz uma vasta gama de produtos e serviços de qualidade, incluindo alimentos, biocombustíveis, fabricação de equipamentos, engenharia e serviços agrícolas. Firmou parceria de cooperação técnica internacional com a TECSUP no Peru em 2012 e com a Himpunan Kerukunan Tani Indonésia em 2011.


A entidade é responsável pela coordenação das atividades desenvolvidas no Parque Tecnológico, entre eles, os serviços que a estrutura do Núcleo ofecere e poderá oferecer, tais como: serviços laboratoriais, coordenação científica, gestão da incubadora, organização de eventos e espaço para locação com apoio de serviços gerais (manutenção, limpeza, acesso a internet, etc.), entre outros.


Na busca de uma excelente gestão e boa governança do Parque Tecnológico, a entidade mantém diversas interações e articulações necessárias entre as instituições de ensino e pesquisa, poder público e iniciativa privada para a formação de um modelo que possa privilegiar o relacionamento saudável entre seus atores e que persiga o propósito de gerar oportunidades em diversas áreas de pesquisa, desenvolvimento de produtos, negócios e serviços, inclusive os de consultoria e imobiliários.


A entidade possui parceria, participação e apoio efetivo de várias instituições empresariais do município, tais como: Associação Comercial e Industrial de Piracicaba - ACIPI, Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Metalmecânica e Siderúrgicas de Piracicaba - SIMESPI, Cooperativa dos Plantadores de Cana de Piracicaba - COPLACANA, Centro das Indústrias do Estado de São Paulo - CIESP. Possui também parceria, participação e apoio efetivo de várias instituições de Pesquisa, tais como: Centro de Tecnologia Canavieira - CTC, Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz - ESALQ, Fundação Municipal de Ensino de Piracicaba - FUMEP, Universidade Metodista de Piracicaba - UNIMEP, Faculdade Tecnológica de Piracicaba - FATEC e Instituto Federal Tecnológico São Paulo.


O APLA também conta com a parceria com os governo estadual, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia de São Paulo e com o município de Piracicaba, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico - SEMDEC.


A entidade firmou em 2012 um protocolo de intenções com a Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz - ESALQ objetivando a futura celebração de Acordo de Cooperação Técnico-Educacional, com a finalidade de desenvolver projetos de desenvolvimento sustentável na área de biocombustíveis, gestão empresarial e agroindustrialização.


Para a realização deste objetivo compreende: a utilização dos recursos tecnológicos dos laboratórios de pesquisa da ESALQ; a disponibilização da área de 150.000,00 m2, localizada na Fazenda Areão, onde estão inseridos o Centro de Convenções da ESALQ, cujos procedimentos para construção já estão em andamento e a ESALQTec, Incubadora Tecnológica, em funcionamento, além da disponibilização de docentes e alunos.  


O APLA também firmou um protocolo de intenções de cooperação com o Centro de Energia Nuclear na Agricultura - CENA, para utilização de seus laboratórios e docentes com a finalidade de desenvolver projetos sustentáveis na área de biocombustíveis.


O APLA juntamente com a iniciativa privada e universidades está desenvolvendo ações para equipar o Parque Tecnológico de Piracicaba para que através de um trabalho conjunto com empresas nacionais e internacionais que desejem "atuar" e realizar negócios de base tecnológica no Brasil possam desenvolver novos processos, produtos e subprodutos de biomassa e novas tecnologias.

‹ voltar